A alimentação sem glúten ganhou fama nos últimos tempos. Mas será que a dieta sem glúten serve para todas as pessoas?

Por Gabriela Palma, Portal Quero Vida e Saúde


A alimentação sem glúten é indicada para o tratamento da doença celíaca, uma inflamação do organismo provocada pelo glúten (proteína presente no trigo, cevada e centeio). Essa condição de saúde afeta em torno de 70 milhões de pessoas no mundo.

A doença celíaca afeta principalmente a mucosa do intestino delgado, acompanhada de sintomas gastrointestinais e sinais de má absorção que acabam levando a alterações estruturais no intestino. Os sintomas da doença celíaca são diarreia, prisão de ventre, perda de peso, anemia, cólica e desconforto abdominal. Para fechar o diagnóstico é necessário realizar alguns exames de sangue e outros procedimentos que vão constatar as alterações no intestino.

A doença celíaca não tem cura, porém pode ser tratada retirando da dieta os alimentos que contém glúten, pois é este componente que desencadeia a inflamação.

É possível viver sem glúten

Parece difícil imaginar uma vida sem glúten, sendo que ele está presente em diversos alimentos de consumo diário, como pães, bolos, bolachas, tortas, temperos, etc. Mas é possível ter uma alimentação sem glúten. É necessária atenção redobrada na hora de ler os rótulos dos alimentos que sempre contam com a descrição: contém glúten / não contém glúten.

Para eliminar o glúten da dieta é necessário fazer substituições. Por exemplo, como o glúten é encontrado em diversos tipos grãos, para se ter uma alimentação sem este componente é preciso consumir outros grãos que não o contenham em sua composição, como o arroz, milho, linhaça, painço, amaranto, trigo sarraceno, quinoa ou aveia.

Sobre a aveia, vale uma ressalva: essencialmente, ela é um alimento sem glúten. Porém, pode apresentar glúten se houver contato com outros ingredientes no momento da produção. Por isso, ao buscar uma alimentação sem glúten, procure sempre por aveias que sejam certificadas sem glúten.

Além disso, a maioria dos pães tradicionais, assados, massas alimentícias e cereais matinais são feitos à base de trigo e precisam ser substituídos por quem necessita ter uma alimentação sem glúten. Atualmente, existe uma grande variedade de cereais sem glúten especialmente fabricados, incluindo pães, massas e cereais matinais disponíveis.

No entanto, algumas questões devem ser levantadas: a qualidade nutricional desses alimentos e a adequação nutricional no planejamento alimentar sem glúten. Os produtos alimentícios sem glúten geralmente não são enriquecidos e frequentemente são feitos com farinha refinada e/ou amido. Como resultado, eles podem não fornecer o mesmo valor nutricional que os alimentos à base de trigo, especialmente se os alimentos à base de trigo forem integrais ou enriquecidos.

Alimentos que NÃO contém glúten

Ao mesmo tempo em que muito alimentos contém glúten, também existe uma lista ampla de alimentos SEM glúten. E aqui estão algumas opções:

  • Frutas (em seu estado natural)
  • Legumes e verduras
  • Carnes e peixes
  • Farinha de arroz, mandioca, amêndoa, milho, feijão, ervilha, soja, inhame
  • Chocolate em pó, cacau
  • Amido de milho (popular maisena)
  • Tapioca
  • Pipoca
  • Polenta
  • Azeite

A dieta sem glúten não é para todos

A escolha por uma alimentação sem glúten deve ser orientada por uma equipe multidisciplinar de saúde, que irá avaliar a necessidade ou não dessa dieta para cada paciente. Em contrapartida, não há evidências suficientes para assumir que os indivíduos saudáveis possam experimentar todos os benefícios do consumo de uma alimentação sem glúten.

Então, para você que não apresenta alterações clínicas ao consumo de alimentos fonte de glúten, não há necessidade alguma de excluir o glúten de sua alimentação. Porém, diversifique o seu cardápio, aposte em receitas com outros tipos de farinhas e outras preparações ao longo da semana. Isso irá trazer muitos benefícios para a sua saúde! Aproveite e experimente essa receita especial de cuca de banana.


GABRIELA PALMA é nutricionista clínica e integrativa

Matéria original: https://querovidaesaude.com/alimentacao-sem-gluten-serve-pra-quem/

Category
Tags

Comments are closed