Em parceria com autoridades policiais e serviços de emergência médica da Flórida, nos Estados Unidos, AdventHealth desenvolverá novo programa de recuperação de dependentes químicos

Por AdventHealth News, Revista Adventista


Por meio de uma parceria com autoridades policiais e médicas da Flórida, nos Estados Unidos, o AdventHealth, sistema de saúde adventista, desenvolverá um programa inédito de combate ao uso abusivo dos chamados opioides, medicamentos desenvolvidos a partir da papoula (ópio). Muito utilizados no tratamento da dor, esses potentes analgésicos (naturais, sintéticos ou semissintéticos) têm sido cada vez mais utilizados com fins não terapêuticos. O crescente uso indiscriminado dessas substâncias psicoativas, amplamente disponíveis no mercado, tem preocupado autoridades no mundo todo.

Diante desse problema de saúde pública, o novo centro de recuperação de dependentes químicos, previsto para ser inaugurado no início do ano em Sanford, fornecerá tratamento e suporte clínico. É a primeira vez na Flórida que um sistema de saúde e autoridades policiais se unem para abrir uma instalação desse tipo.

“Infelizmente, as pessoas com problemas de opioides foram presas em um ciclo de ‘pegar, tratar, liberar’”, disse Dennis Lemma, xerife do Condado de Seminole, durante o anúncio oficial do programa no dia 24 de outubro. “Essa parceria e um novo modelo de tratamento nos ajudarão a quebrar esse ciclo. A expansão do tratamento para dependentes químicos na região garantirá que as pessoas recebam os cuidados e apoio necessários depois que elas saírem do hospital”, ele acrescentou.

Previsto para ser inaugurado no início do ano, o novo centro de recuperação de dependentes terá capacidade para atender 40 homens e dez mulheres e fornecerá até 30 dias de assistência noturna. Além da saúde mental e do tratamento assistido por medicamentos, os pacientes receberão apoio através de serviços que atendam às suas necessidades educacionais, vocacionais, comportamentais e de moradia após a alta. Os pacientes podem ser encaminhados diretamente do AdventHealth, da prisão ou da comunidade.

As condições na região central da Flórida refletem a crise de ­opioides que se espalhou pelos Estados Unidos. De acordo com os Centros de Controle e Prevenção de Doenças, em 2017 foram relatadas mais de 47 mil mortes envolvendo uso de opioides, um aumento de 45% em relação a 2016.

No AdventHealth Altamonte Springs (anteriormente denominado Florida Hospital Altamonte), somente no mês de setembro foram tratados mais de 100 pacientes que faziam uso abusivo de opioides. Nessa região, o sistema adventista de saúde recebe diariamente 17 pessoas, em média, com esse tipo de dependência.

A parceria prevê que um coordenador de abuso de substâncias ficará na ala de emergência do ­AdventHealth Altamonte Springs para ajudar a orientar o atendimento a pacientes que precisam de tratamento para dependentes químicos. O coordenador acompanhará os pacientes durante a internação no hospital e, em seguida, por 30 dias após a alta, para garantir o sucesso do tratamento e acesso aos recursos da comunidade.

Além disso, o escritório do xerife está oferecendo treinamento e educação sobre abuso de opiáceos para a equipe de emergência do ­AdventHealth Altamonte Springs. A ideia é que os socorristas estejam preparados para lidar com viciados em opioides e para encaminhá-los ao hospital.

“O AdventHealth está comprometido com a saúde integral das pessoas, cuidando do corpo, da mente e do espírito. Os distúrbios causados pelo abuso de substâncias precisam ser vistos e tratados com o mesmo vigor com que tratamos de problemas como diabetes e doenças cardíacas”, disse Tim Cook, CEO do AdventHealth Altamonte Springs.

O plano é que a parceria e os serviços prestados sejam ampliados no futuro.

Category
Tags

Comments are closed